Nutrição para Idosos Acamados na Casa de Repouso

Nos cuidados de enfermagem para idosos acamados, é muito importante dedicar atenção especial para a nutrição de idosos acamados. A nutrição para idosos acamados depende de cuidado humano, ou seja, de pessoas treinadas e capacitadas para assegurar a saúde dos idosos através de um envelhecimento saudável, prevenindo quedas, comorbidades, hospitalização prolongada e morte.

Como é feita a alimentação do idoso acamado?

Nos cuidados de enfermagem idoso acamado, a alimentação deve ser adaptada de acordo com os seus problemas de saúde. Por isso, é importante questionar o médico ou o nutricionista sobre os alimentos essenciais e mais adequados para o seu organismo. A maioria dos idosos acamados ainda é capaz de mastigar os alimentos, por isso precisam apenas de ajuda para levar os alimentos à boca. No entanto, se o idoso acamado tiver uma sonda de alimentação é necessário ter cuidados especiais. Nos idosos, pode existir dificuldade para engolir alimentos sólidos ou líquidos, por isso, é necessário adaptar a consistência dos alimentos às suas capacidades, dando preferência aos alimentos pastosos.

Qual a dieta mais adequada para o idoso acamado?

Os cuidados de enfermagem a idosos devem levar em conta o atual quadro de saúde do idoso acamado, como possíveis doenças, hábitos alimentares e se há ou não utilização de sondas. Se a alimentação do idoso acamado é via oral, deve ser levado em consideração a capacidade de mastigação e digestão, além da existência de doenças que restrinjam certos alimentos. Nos cuidados de enfermagem aos idosos, o ideal é fornecer uma alimentação variada e equilibrada, dividida em várias refeições ao longo do dia. Quando se trata da saúde de idosos acamados, é preciso dar adeus a alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas e até mesmo para os inofensivos produtos industrializados. Nos cuidados de enfermagem com idosos, ofereça água em abundância, para prevenir desidratação.

Considerando todas as características dos cuidados de enfermagem para pacientes idosos, a alimentação do idoso acamado costuma ser baseada em arroz cozido, sopas, caldos, frutas, verduras, leite, carne vermelha, cereais, batata, mandioca, entre outros alimentos que combinem vitaminas, sais minerais, proteínas e carboidratos. Uma coisa importante é deixar o alimento do idoso acamado visualmente mais agradável. Além de se fazer uso de condimentos, como ervas finas e cores variadas, para incentivar a alimentação adequada do idoso acamado é importante usar criatividade e sensibilidade para tornar a alimentação do idoso acamado um momento prazeroso.

Como fazer alimentação em idosos acamados via sonda?

Alguns idosos acamados necessitam fazer sua alimentação via sonda nasoenteral, aparelho introduzido nas narinas para a alimentação atingir o estômago ou o intestino. Quando a alimentação do idoso acamado é feita via sonda, é preciso que haja uma alimentação mais pastosa, quase líquida. A maneira ideal de realizar a alimentação via sonda para idosos acamados é a partir da mistura da água proveniente do cozimento de carnes, peixes, legumes e demais alimentos. Também costumam ser acrescentados sucos, leite ou azeite aos mais diversos tipos de alimentos triturados. É preciso haver muito cuidado com a sonda na alimentação de idosos acamados, pois em hipótese alguma a sonda pode ser obstruída por pedaços de alimentos. Por isso, é importante que a comida do plano de cuidados de enfermagem para idosos seja muito bem triturada, cozida ou batida no liquidificador, para que se torne capaz de ser introduzida pela sonda sem problema.

A importância de profissionais nos cuidados com idosos acamados

Por mais atenção e cuidados que uma família possa ter, nada substitui a experiência de um profissional. A casa de repouso para idoso acamado Bem Me Care conta com uma equipe completa formada por profissionais experientes, garantindo o melhor plano de cuidados de enfermagem para idoso acamado ao seu ente querido. A casa de repouso Bem Me Care oferece cuidados de enfermagem a idosos através de geriatra, enfermeiros, cuidadores, nutricionistas, fisioterapeutas, cozinheiros, psicólogos, terapeutas ocupacionais e recreadores, entre outros especialistas.

Na alimentação de idosos acamados, o nutricionista tem um papel fundamental. Através de uma avaliação nutricional para idosos feita individualmente, uma boa dieta é prescrita para oferecer todos os nutrientes necessários ao idoso acamado. A casa de repouso zona leste faz um planejamento com base no biotipo, doenças preexistentes e histórico alimentar nos cuidados de enfermagem em idosos, além de supervisionar o preparo dos alimentos e reações medicamentosas, entre outras funções.

Cuidados especiais para alimentar o idoso acamado

Seja nos cuidados de enfermagem ao idoso institucionalizado numa casa de repouso na Mooca ou nos cuidados de enfermagem ao paciente idoso em domicilio, a posição do idoso no ato da alimentação é fundamental, seja alimentação pela boca, por sonda nasoenteral ou gastrostomia. Na assistência de enfermagem em idosos, o idoso não deve estar deitado em hipótese alguma, o ideal é deixar o idoso sentado, para minimizar o risco de o alimento ir para o pulmão ao invés de ir para o estômago. Porém, sentar uma pessoa acamada nem sempre é simples e seguro, por isso, contar com ajuda de profissionais experientes como os da casa de repouso Mooca para inclinar o idoso seria o meio termo. É importante manter o idoso nessa posição por pelo menos 30 minutos após a alimentação ser feita.

Cuidados de enfermagem para idosos com Alzheimer

Muitas pessoas se perguntam como alimentar um idoso acamado com Alzheimer. Muitos idosos com Alzheimer ou qualquer outro tipo de demência podem se recusar a comer porque perdem o apetite ou simplesmente porque não se lembram que ainda não comeram. Também pode ocorrer esse problema nos cuidados de enfermagem ao idoso com Parkinson. Nesses casos e no caso dos cuidados de enfermagem na desnutrição no idoso, é importante ter muita paciência com o idoso no ato da alimentação. Nos cuidados de enfermagem com idosos com demência, é importante oferecer os alimentos com certa insistência até que a quantidade mínima de comida seja ingerida, respeitando o ritmo de cada pessoa.